Páginas

sábado, 29 de abril de 2017

O que eu mesma fiz


O buraco que há em mim
Não foi você quem deixou
Não
Foi eu quem o cavei
Com minhas próprias mãos
Cavei fundo
Um pouquinho a cada sorriso seu
Cavei mais quando vivia a sonhar
Com as coisas que você nunca fez
E agora
Você acha que ele está vazio?
Não
Está recheado de memórias nossas
Todas que eu inventei...

domingo, 23 de abril de 2017

Demais pra tão pouco


Eu ensaiei tantas palavras
E no fim não te disse nenhuma delas

Escrevi duas cartas
E escolhi te entregar
A versão que me colocava mais distante
Das palavras que escrevi
E por quê?
Porque eu fiquei com medo de você não acreditar.
Não acreditar que eu sonhava com você a noite
Que meu coração batia forte de verdade
Quando você aparecia.
Que quando você não vinha
Eu olhava ao redor tentando te procurar.
Achei que se eu te dissesse
Que lembro de tudo o que você já me disse
Você acharia demais
Demais para alguém
Que você viu tão poucas vezes...





quinta-feira, 20 de abril de 2017

Quando se ama


Você não sabia?
Que quando se ama
Se esquece do mundo
Se esquece seu nome
E se lembra de tudo?
Tudo relacionado a outra pessoa
Seus gestos
Seus olhares
E cada palavra dita
Cada palavra é sentida de corpo e alma
Cada palavra nos toca
Com a suavidade de uma rosa
Ou nos estapeia
Com a força de uma avalanche
Quando se ama
O outro importa demais
E nós que nos transformamos
Em frágeis folhas de seda
Esquecemos de nos amar também...