Páginas

terça-feira, 22 de março de 2016

Continuamente


Quantas vezes
È preciso escrever
Repetidamente
As mesmas palavras
Para que elas aconteçam?

Quão detalhadamente
Todas as noites
Antes de dormir
È preciso sonhar
Para que se torne real?

Quanto esforço
È necessário
Para transformar sussurros
E versos interrompidos
Em tudo que quero te dizer?

quinta-feira, 10 de março de 2016

Fugaz


Passaste como uma estrela fugaz
Permitiu-me apenas um desejo
Sonhar-te de tão longe
Imaginar o que não me deixaste ver.
E o fiz como pude
Cada palavra que nunca me disseste
Eu as pude ouvir
Cada sorriso que nunca deste
Eu os fantasiei
Tanto que por vezes acreditei.
Conceda-me apenas mais um desejo
E apareça outra vez...