Páginas

sábado, 29 de julho de 2017

Invasor


O perfume de quem gostamos é um abraço
E eu já procuro seu cheiro por ai
Esse é um péssimo sinal
Eu já fico te esperando
E olhando pra ver se você chega
O que deu em mim?
Te subestimei no começo
Achando que meu coração não se balançaria por você
Por isso não tomei cuidado
Você foi entrando pelas beiradas
E agora está no meu coração
Você se infiltrou
Porque não sabia que você era ameaçador
E me esqueci de ligar os alarmes...

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Por acaso


Te vi de longe se aproximando
Você estava chegando perto
Um sorriso brotava em seu rosto
Eu nunca te esperei
Não te esperava
Até o momento em que te vi
Enquanto te vi diminuindo a distância entre nós
Me animei
E ansiosa, quis que seus passos fossem mais longos
E gananciosa, imaginei que estivesse vindo em minha direção
Como eu poderia saber?
Que seus passos estavam apenas se encontrando com os meus?
Que o lugar em que eu estava
Era apenas um lugar que você tinha que passar?

sexta-feira, 9 de junho de 2017

De propósito


Te escrevi um poema
E gostei um pouquinho mais de você a cada palavra
Escutei aquela música
Aquela que tocou no dia em que nos conhecemos
E escutei outra vez
Imaginando se você também não sentia o que estava dizendo a letra
Falei seu nome em voz alta
E com isso fiz com que você existisse aqui,
Bem ao meu lado
Cada vez que queria que você se tornasse mais real
Eu falava sobre você
Para qualquer um que quisesse escutar
Fiz tanto pensando em você
Talvez por isso você se tornou tão importante
Por isso meu sentimento se tornou tão resistente
Você que eu nem verei de novo...

terça-feira, 16 de maio de 2017

Se eu te visse outra vez


Eu queria te ver de novo
E não sei se dessa vez seria diferente
Não sei se dessa vez diria uma palavra a mais
Ou te olharia nos olhos
Não sei se essa vez seria definitiva
Se dessa vez
Algo em meu coração se resolveria.
Mas eu queria te ver mesmo assim
Ver de novo para não esquecer mais seu rosto
Pra decorar a cor dos seus olhos
Pra relembrar o som da sua voz
Pra perceber quais são suas manias
Queria te ver de novo e saber
Se está certo continuar permitindo
Você aparecer em meus pensamentos
Todos os dias...

quinta-feira, 4 de maio de 2017

A prisão em que te coloquei


Se você aparecesse de novo em minha frente
Eu não poderia prometer
Que meu coração não iria de novo em sua direção
Porque se eu penso em você agora
Eu não sinto mais nada
Seu rosto ficou tão distante em minha memória
Mas é claro que você está lá
Em um cantinho de mim
Atrás de uma porta trancada
Que eu me recuso a abrir
Ah mas se você aparecesse
Seria como se escapasse da prisão que te coloquei
E voasse para todas as partes
Por que eu nunca te deixei ir
Apenas finjo que sim...

sábado, 29 de abril de 2017

O que eu mesma fiz


O buraco que há em mim
Não foi você quem deixou
Não
Foi eu quem o cavei
Com minhas próprias mãos
Cavei fundo
Um pouquinho a cada sorriso seu
Cavei mais quando vivia a sonhar
Com as coisas que você nunca fez
E agora
Você acha que ele está vazio?
Não
Está recheado de memórias nossas
Todas que eu inventei...

domingo, 23 de abril de 2017

Demais pra tão pouco


Eu ensaiei tantas palavras
E no fim não te disse nenhuma delas

Escrevi duas cartas
E escolhi te entregar
A versão que me colocava mais distante
Das palavras que escrevi
E por quê?
Porque eu fiquei com medo de você não acreditar.
Não acreditar que eu sonhava com você a noite
Que meu coração batia forte de verdade
Quando você aparecia.
Que quando você não vinha
Eu olhava ao redor tentando te procurar.
Achei que se eu te dissesse
Que lembro de tudo o que você já me disse
Você acharia demais
Demais para alguém
Que você viu tão poucas vezes...